Conecte-se com a gente

Pokémon Let’s Go

Críticas

Pokémon Let’s Go

Pokémon Let’s Go: Pikachu e Eeve são os primeiros RPGs exclusivos da franquia para Nintendo Switch.

Pokémon Let’s Go está disponível em duas versões: Pikachu e Eeve e foram anunciados durante a E3 em 2017  para Nintendo Switch. Nesse mesmo evento a Nintendo anunciou simultaneamente que um segundo RPG seria lançado no segundo semestre de 2019.

O novo RPG, lançado com exclusividade para o novo console da Nintendo, foi desenvolvido pela Game Freak e distribuído pela Nintendo e The Pokémon Company, sendo eles o terceiro jogo da 7ª geração de jogos de Pokémon, com influências em Pokémon, Red, Blue e Yellow (Game Boy) e Pokémon Go (Android e iOS).

 

História

Os jogos se passam na região de Kanto e começam com o jogador sendo um novo Treinador de Pokémon. Logo no início da aventura você receberá o Partner Pokémon (parceiro Pokémon) que será de acordo com a sua versão comprada do jogo, para aqueles que compraram Pokémon Let’s Go Pikachu, terá o Pikachu como parceiro assim que iniciar à aventura. Diferente dos demais Pokémon, o parceiro ficará fora da poké ball e andará ao lado do treinador sendo no ombro, sentado na cabeça ou ao lado e não terá nenhum interesse em evoluir. A história até aí se assemelha a relação de Ash e Pikachu vista no anime da franquia. O partner pokémon poderá ser macho ou fêmea e o jogador só poderá descobrir o gênero ao longo do jogo.

 

Secret Techniques

As Secret Techniques são habilidades especiais que cada parceiro pode aprender e utilizar foras das batalhas Pokémon. Tais técnicas já são conhecidas de outros jogos anteriores como por exemplo o Chop Down, que pode eliminar árvores e em que jogos anteriores era conhecido como Cut. Também temos o Sky Dash que permite revisitar lugares de uma maneira rápida, semelhante ao Fly dos jogos anteriores.

Há também outros movimentos ditos exclusivos e que nenhum outro parceiro poderá aprender. No caso do Pikachu: Pika Papow, Water-type: Splishy Splash; já o Eeve: Veevee Volley, Water-Type: Bouncy Bubble entre outros.

 

O que achamos do jogo?

Com os 151 primeiros monstrinhos de bolsos da franquia, Let’s Go: Pikachu e Eevee, apresenta além das versões clássicas dos Pokémon, também, suas versões de Alola. Com simplicidade na maneira de jogar, para aumentar a experiência e ter um jogo com maior fluidez o único defeito do jogo, e decepção por grande partes dos jogadores, incluindo a minha, foi por conta do sistema de captura que ficou semelhante ao Pokémon Go, lançado em 2016 para Android e iOS.

Apesar de ter estranhado no início, com o passar das horas fui me acostumando ao modelo do novo jogo e perceber que tais mudanças realmente foram feitas para proporcionar uma maior experiência até mesmo no modo portátil, no qual temos os controles Joy-Con como um complemento no lançamento das poké ball.

A estrutura do jogo é semelhante aos jogos anteriores: 8 ginásios e inúmeros eventos paralelos. Tudo permanece em seus devidos lugares, porém com um visual mais bonito e com cores mais vivas. Os Pokémon selvagens dessa vez aparecem diretamente no mapa, o que para mim, particularmente, foi uma excelente melhoria, dessa forma evitamos a parte burocrática presente nos jogos anteriores no qual na maioria das vezes lutávamos com inúmeros monstrinhos selvagens para então chegar em um determinado objetivo, como por exemplo: atravessar uma caverna.

Pokémon Let’s Go Pikachu e Eevee são ótimos jogos, embora não seja o melhor de toda franquia. Temos que reconhecer o grande passo que Let’s Go foi no quesito gráficos, trilha sonora e o que isso trará para os futuros jogos. Ainda assim, o jogo exclusivo de Nintendo Switch agradará todos os fãs de Pokémon.

Continue Lendo
Você também poderá gostar de...
Comentários

Mais em Críticas

Facebook

Categorias

Postagens Populares

Twitter

Procurando por algo?

Status

Nome: Diário do Graal
Desde: agosto de 2018
Online:
Hits:

Arquivos

Topo